segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

TAC Motors entrega primeiros jipes em julho

Diário do Nordeste




Em julho próximo, já deverão estar saindo para o mercado os primeiros veículos fabricados pela TAC Motors no Ceará. A montadora, que fechou ontem parceria com o Governo do Estado e com o município de Sobral, para onde transferirá seu parque fabril, já começou a montagem de seu galpão e deverá gerar, em três anos, 500 empregos diretos e 700 indiretos.O presidente executivo da empresa, Neimar Braga, informou que a TAC Motors já possui uma rede de 30 revendedores, presentes em todos os estados do País. Já instalando a fábrica em Sobral, que envolve investimentos de R$ 200 milhões, ele revelou que há o interesse de também atrair para o município os seus fornecedores em Santa Catarina, principalmente os da área de produção de plásticos e resinas.
A TAC fabricará em seu novo parque os modelos de jipe Stark 2.3, veículo off road, e o seu primeiro lançamento do ano, a versão final do seu modelo de veiculo especial de inteligência, vigilância e reconhecimento, denominado Stark IRV.
"São veículos de alto valor agregado, portanto, trabalhamos com um perfil bastante técnico", afirma o presidente, adiantando que a TAC trará para Sobral também o seu centro tecnológico, no qual trabalhará com o apoio dos institutos de ensino tecnológico, universidades e o Sistema S (Sesi, Sesc, Senai).
"Nós contrataremos 98% de mão-de-obra local, que deverá, entretanto, ter o mínimo de formação técnica exigida", aponta.
Numa fase inicial, a montadora irá produzir cerca de 150 unidades/mês, chegando posteriormente a 3 mil veículos por ano. Na primeira etapa, a TAC terá uma área construída de 20 mil metros quadrados, chegando, na etapa definitiva, a 60 mil metros quadrados de área e 100 mil metros quadrados de pátio.
De acordo com o presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico do Ceará (Cede), a empresa já realiza projetos para poder atender a polícia e o setor de agricultura. Para se instalar aqui, a empresa contou com os incentivos fiscais do Estado por meio do Fundo de Desenvolvimento Industrial (FDI).
   


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário