quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Toyota revela o robô Humanoid de terceira geração T-HR3



A Toyota Motor Corporation relevou hoje o T-HR3, seu robô humanoide de terceira geração. A mais recente plataforma de robótica da Toyota, projetada e desenvolvida pela Partner Robot Division, explorará novas tecnologias para gerenciar com segurança as interações físicas entre robôs e seus arredores, assim como um novo sistema remoto de manobras que espelha os movimentos do usuário no robô.

O T-HR3 reflete a ampla pesquisa da Toyota sobre como as tecnologias avançadas podem ajudar a atender as necessidades de mobilidade únicas de cada pessoa. O T-HR3 representa uma evolução dos robôs humanoides da geração anterior que tocavam instrumentos - criados para testar o posicionamento preciso de articulações e movimentos pré-programados - para uma plataforma com recursos capazes de auxiliar com segurança seres humanos em uma variedade de configurações, como em casa, instalações médicas, locais de construção, áreas atingidas por desastres e até mesmo no espaço.


O T-HR3 é controlado a partir de um Sistema Mestre de Controle que permite que todo o corpo do robô seja operado instintivamente com controles úteis capazes de mapear movimentos das mãos, dos braços e dos pés para o robô e um visor com display acoplado na cabeça que permite ao usuário enxergar a partir da perspectiva do robô. Os braços mestres do sistema dão ao operador uma amplitude de movimento total das articulações correspondentes do robô e os pés permitem que o operador caminhe parado na cadeira para mover o robô para a frente ou lateralmente. A Tecnologia de Prevenção de Auto interferência integrada no T-HR3 opera automaticamente para garantir que o robô e o usuário não perturbem os movimentos um do outro.

Os sistemas de Bordo e o Mestre de Controle do T-HR3, motores, engrenagens de redução e sensores de torque (denominados coletivamente módulos de servo torque) estão conectados a cada articulação. Esses módulos comunicam os movimentos do operador diretamente às 29 partes do corpo do T-HR3 e aos 16 sistemas de controle do Sistema Mestre de Controle para uma experiência de usuário sincronizada e simples. 

O Módulo de Servo Torque foi desenvolvido em colaboração com a Tamagawa Seiki Co., Ltd. e a NIDEC COPAL ELECTRONICS CORP. Esta tecnologia aprimora a pesquisa da Toyota em robótica segura, medindo a força exercida por e sobre o T-HR3 à medida que ele interage com seu ambiente, depois transmitindo essa informação ao operador usando o feedback de força.

O Módulo de Servo Torque é o responsável pelos recursos principais do T-HR3: Controle flexível das articulações, para controlar a força de contato que o robô faz com indivíduos ou objetos em seu ambiente circundante; Coordenação de Corpo Inteiro e Controle de Equilíbrio, para manter o equilíbrio do robô caso ele colida com objetos em seu ambiente; e a Manobra Remota Real, para dar aos usuários um controle intuitivo sobre o robô. 

Essas funções possuem amplas implicações para a pesquisa e o desenvolvimento futuros em robótica, especialmente para robôs que operam em ambientes onde eles devem interagir de forma segura e precisa com seus arredores.

Desde a década de 1980, a Toyota desenvolve robôs industriais para aprimorar seus processos de fabricação. A Partner Robot utiliza os conhecimentos e baseia-se na experiência da Toyota em tecnologias automotivas para desenvolver novas soluções de mobilidade que atendem médicos, cuidadores e pacientes, idosos e pessoas com deficiência.

O T-HR3 será apresentado na próxima International Robot Exhibition 2017, que acontece no espaço de exposições Tokyo Big Sight, de 29 de novembro a 2 de dezembro.

Especificações Técnicas


Sistema Mestre de Controle 
T-HR3
Tamanho
Largura: 850 mm
Profundidade: 1500 mm
Altura 1450 mm
Altura: 1540 mm
Peso
170 kg
75 kg
Partes Móveis
16 eixos
32 eixos e 10 dedos
Acessórios
Luva de dados, visor com display 
acoplado na cabeça
-

Gincana do Caminhoneiro chega à final e premia o vencedor com um IVECO Tector

Depois de cinco etapas de disputas e muita habilidade, a Gincana do Caminhoneiro, patrocinado pela IVECO, chega à cidade catarinense de Itajaí. Lá serão disputadas a sexta etapa e a grande final, com a participação de 20 motoristas, que vai premiar o vencedor da competição com um Tector zero km. 

A festa de encerramento do evento terá várias atrações, como a presença do consagrado piloto Beto Monteiro e show com a cantora sertaneja Lorena Cristine.

Durante os quatro meses de realização do evento mais de 1.500 caminhoneiros fizeram as provas de slalow e mais de 3.000 compareceram as cinco etapas, mostrando a alta qualificação dos motoristas brasileiros. 

No dia 26 (domingo), a etapa final terá a presença do campeão da primeira Copa Truck, o piloto Beto Monteiro. Ele estará ainda com um dos caminhões de competição. Além de Monteiro e do acompanhamento do Hino Nacional, o público da sexta etapa poderá curtir, ao fim do domingo, o show da revelação Lorena Cristine, cantora sertaneja de Presidente Prudente (SP) que vem ganhando destaque no cenário musical nacional.

A Gincana proporcionou aos visitantes serviços de utilidade pública, como orientações sobre saúde, e a apresentação do aplicativo Paradas de Estrada. O app disponibiliza informações sobre as paradas de todo o Brasil, com dados precisos e atualizados sobre locais para descanso, refeições, abastecimento e outros serviços necessários a quem está nas estradas. Os usuários poderão atualizar as informações, avaliar os estabelecimentos, enviar fotos e cadastrar novos pontos de apoio. Inicialmente o aplicativo estará disponível na versão Android.

O evento também garantiu aos motoristas a realização de prova teórica sobre legislação no trânsito, o que inclui temas como sinalização, cidadania e meio ambiente.

Serviço
6ª Etapa: Santa Catarina – 23 a 25 de novembro (Posto Santa Rosa, Rod. BR-101, KM 116,8 – Itajaí, SC)


Grande Final: 26 de novembro (Posto Santa Rosa, Rod. BR-101, KM 116,8 – Itajaí, SC)

“Expedição Nissan: À procura do início do Brasil” chega ao Piauí

A viagem da Nissan através do tempo segue para uma parada muito especial: o Piauí, que conta com um dos maiores sítios de arte rupestre do mundo, inscrito pela UNESCO na lista do Patrimônio Mundial. É de lá que será contado mais um pedaço da origem da aventura humana em nosso país, com a segunda etapa da "Expedição Nissan: À procura do início do Brasil". No sertão piauiense, a expedição, conduzida por uma frota de picapes Nissan Frontier, encontrará gravuras deixadas a mais de 20 mil anos por alguns dos mais antigos habitantes das Américas. O comboio recebe ainda o reforço da nova versão SE, que chega para ampliar a linha da picape.

Esta segunda fase do projeto tem início hoje, 22 de novembro, em Petrolina, Pernambuco. De lá, os expedicionários e as picapes, que vão encarar todo tipo de terreno, rumo aos principais sítios da região da Serra da Capivara, no sertão do Piauí.

A importância da Serra da Capivara, declarada Patrimônio da Humanidade em 1991 pela Unesco, pode ser expressada em números. São 940 sítios arqueológicos com pinturas rupestres. A representação mais antiga da região tem 29 mil anos. Lá também foram encontrados os primeiros vestígios da atividade humana na América do Sul: restos de fogueiras datados de mais de 50 mil anos atrás.

A frota de picapes Nissan Frontier vai romper, mais uma vez, os limites do tempo e levar jornalistas e convidados nesta viagem. Além de conhecer diferentes sítios de pintura rupestre, o grupo também poderá ver o trabalho dos profissionais e pesquisadores que ajudam a mantê-los. Na etapa inicial, realizada no mês de setembro, o primeiro grupo de expedicionários rodou 850 quilômetros visitando os principais sítios arqueológicos da região da Serra do Cipó, em Minas Gerais.

Para chegar aos destinos de cada etapa, o grupo de expedicionários segue a bordo da nova Nissan Frontier, modelo que começou a ser vendido no mercado brasileiro em março deste ano. 



Scania implanta na Colômbia o primeiro sistema de transporte público 100% sustentável da América Latina

A Scania implanta na Colômbia o primeiro sistema de transporte público totalmente movido a GNV (Gás Natural Veicular). O case será apresentado no Seminário Internacional Frotas & Fretes Verdes, dentro do painel "Eficiência por Meio da Inovação Tecnológica para a Indústria de Transporte", com o tema "Mobilidade Urbana Sustentável: um desafio necessário para as cidades", no dia 22 de novembro, às 16h30.

"Durante o seminário, vamos apresentar o case do sistema Transcaribe, desenvolvido na cidade de Cartagena, na Colômbia. A Scania foi a marca escolhida para fornecer os ônibus movidos a GNV, com tecnologia Euro 6, consolidando o primeiro sistema de transporte 100% sustentável da América Latina," explica Juliana Sá, Vice-Presidente de Comunicação da Scania Commercial Operations Americas. "Vamos mostrar como o engajamento da sociedade e as parcerias entre a Scania, o cliente e stakeholders locais foi fundamental para o sucesso do sistema."

A operação teve início em novembro de 2015 e mudou a qualidade e percepção da população em relação ao transporte público local, levando diversos benefícios para a comunidade, como mais empregos e ar mais limpo. "O seminário Frotas & Fretes Verdes abre um importante espaço para que possamos apresentar as soluções desenvolvidas pela Scania que já são uma realidade hoje, e como elas podem ser aplicadas em diversos mercados", conclui Juliana.

Prêmio Sustainable Truck of the Year 2018
Confirmando-se como líder mundial em soluções sustentáveis para o transporte, a Scania recebeu neste mês o prêmio europeu Sustainable Truck of the Year 2018 (Caminhão Sustentável do Ano 2018), com o série P movido a gás natural. O júri, formado por profissionais especializados da revista Vado e Torno, com a colaboração da Universidade Politécnica de Milão, avaliou que o gás natural é cada vez mais visto como o caminho a seguir para o transporte sustentável.

Seminário Internacional Frotas & Fretes Verdes
Promovido em parceria com o Instituto Besc, o 6º Seminário Internacional Frotas & Fretes Verdes ocorre nos dias 22 e 23 de novembro, e propõe a apresentação e discussão de técnicas que aumentem a eficiência no uso de recursos energéticos por transportadores de cargas e passageiros, visando o desenvolvimento sustentável.

O evento conta com a participação de lideranças nacionais e internacionais do setor, afirmando-se como um importante ambiente de diálogo em torno das mais recentes inovações tecnológicas, das demandas por reformas estruturais e das novas políticas públicas e empresariais para a eficiência energética do setor de transportes nacional.

Serviço:
6º Seminário Internacional Frotas & Fretes Verdes
Data: 22 e 23 de novembro
Local: Hotel Intercontinental São Paulo
Alameda Santos, 1.123 – Jardim Paulista
CEP 01419-001 – São Paulo/SP

Imagem inline 1 MANN-FILTER APRESENTA SEIS NOVOS LANÇAMENTOS PARA LINHA LEVE

A MANN-FILTER, uma das marcas do grupo MANN+HUMMEL, a maior fabricante do mundo em soluções de filtragem, lança este mês seis novos filtros para atender a demanda do setor automotivo. 

Entre os lançamentos estão os Elementos Filtrantes de Segurança do Ar, Filtro Blindado de Combustível, Elemento Filtrante do Ar e Elemento Filtrante do Ar Condicionado.  

Os novos produtos atenderão veículos das montadoras Mercedes-Benz, Ford, Hyundai e BMW.

PRODUTO
MARCA-MODELO
ELEMENTO FILTRANTE DO AR C 30 013
BMW X3 18i N20 B16A (04/14-); 2.0 16V X3 XDRIVE N20 B20A (10/14-);
28i 2.0 16V Gas. N20 B20A (04/12-); X4 2.0 16V Gas. N20 B20A
(02/15-)
FILTRO BLINDADO DO COMBUSTÍVEL WK 512/1

FORD: Fusion 2.0 16V Gas.Titanium Ecoboost (09/13-); 2.5 16V Flex Duratec (09/13-)
ELEMENTO FILTRANTE DO AR CONDICIONADO
CU 26 017
HYUNDAI: Azera 3.0 24V V6 Gas. GLS DOHC CVVT (12/11-); Santa Fé 2.4
16V (09/12-); 3.3 24V V6 Gas. MPFI (02/14-); Sonata 2.4 16V Gas.
(11/07-) / KIA MOTORS: Optima 2.4 16V Gas. (01/12-)
ELEMENTO FILTRANTE DO AR CONDICIONADO
CU 22 016
MERCEDES-BENZ: Vito 111 CDI 447 - OM 622.951 (09/14-); 119 2.0L Tourer M 274
(09/16-)
ELEMENTO FILTRANTE DO AR C 42 002
MERCEDES BENZ:  Vito 111 CDI 447 - OM 622.951 (09/14-);
ELEMENTO FILTRANTE DO AR C 30 017
HYUNDAI Santa Fé 3.3 24V V6 Gas. (02/14-)

Para saber mais sobre os lançamentos, acesse o site da MANN-FILTER, area de lançamentos, ou o Catálogo Online.

A inteligência do Nissan Kicks pelo olhar de personalidades brasileiras

Para apresentar todas as novidades do Nissan Kicks e ressaltar suas diversas características como design e tecnologia de ponta, a nova campanha digital da Nissan conta com a ajuda de oito personalidades e influenciadores de diversos segmentos que estão compartilhando suas perspectivas sobre o premiado crossover da Nissan que vem conquistando mais e mais consumidores a cada mês.

Estão escalados para apresentar os recursos tecnológicos de mobilidade inteligente da marca japonesa:

O apresentador Marcos Mion e o chefe de cozinha Rodrigo Mocotó destacarão os itens de tecnologia;

A atriz Letícia Spiller, a modelo Thaila Ayala e a blogueira Karina Milanesi, vão falar sobre o design diferenciado do modelo;

Jogadores de vôlei Bruninho Rezende e Lucas Saatkamp (Lucão) abordarão temas como design, versatilidade, tecnologia e conforto;

A modelo e uma das musas das Paralimpíadas de 2016 falará sobre a tecnologia embarcada e o modelo Nissan Kicks para PCD (pessoas com deficiência).

Entre os principais recursos tecnológicos do Nissan Kicks estão: a câmera de visão 360°, o Detector de Objetos em Movimento, Controle Dinâmico do Chassi, Controle Dinâmico em Curvas, Estabilizador Ativo de Carroceria e Controle Dinâmico de Freio Motor.

"A Nissan tem uma pegada digital muito forte, tanto que foi eleita a 'Marca Digital do Ano' em 2016 pela mídia especializada. E nada mais natural do que levar os diferenciais de tecnologia de um veículo para esse ambiente. Vamos sempre estar presentes na plataforma digital, criando novas formas de relacionamento e engajamento", comenta Humberto Gómez, diretor de Marketing da Nissan do Brasil.


Além dos posts sobre o crossover, Paola Antonini também é responsável por apresentar ao público o "Nissan Mobilidade para Todos", programa que busca facilitar o acesso das pessoas aos carros com isenções fiscais para PCD. Lançado na versão PCD em maio deste ano, o Nissan Kicks já se tornou um dos modelos mais vendidos no programa.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Wagner Gonzalez em Conversa de pista

 Apesar de tudo, temos campeões

Wagner Gonzalez
Pietro Fittipaldi venceu World Series e impressiona no WEC.

Bruno Senna é campeão mundial na LMP2.

Vereadores decidem futuro de Interlagos


Há vida além da F-1 e Bruno Senna e Pietro Fittipaldi confirmaram isso ao conquistar dois títulos importantes nesta temporada, respectivamente nas categorias LMP2 e V8 World Series: graças aos dois, temos campeões de nível mundial em 2017. Não bastasse isso o gaúcho Matheus Leist foi confirmado como companheiro de Tony Kanaan na equipe de A.J. Foyt para disputar a temporada 2018 da IndyCar. Exceto uma reviravolta do mercado da categoria máxima, ficaremos sem um representante no Campeonato Mundial de Pilotos pois não há espaço nem candidato para substituir o “aposentando” Felipe Massa, que domingo encerra, de vez, carreira no nível mais alto. A F-E na temporada 2018/2019 deverá ser seu destino após um período sabático

Opção outrora embrulhada para presente em papel glamour e laços de competência, a F-1 perdeu muitos dos valores que a consagraram mundo afora e busca uma identidade que a reposicione como objeto de desejo e item de consumo para os mais jovens. Tal qual a revolução provocada pelo excesso de informação veiculada via internet, o automobilismo de competição também experimenta uma fase de grande oferta de categorias, o que faz surgir mercados voltados para clientes dos mais variados. E aqui voltamos a falar de Pietro e Bruno, os novos campeões.

Fittipaldi e Senna, dois sobrenomes com estirpe de campeões, não estão só nessa cruzada em busca de fazer o que gostam e com competência. Christian Fittipaldi continuou brilhando no cenário de Endurance norte-americano, Lucas Di Grassi garantiu o título da F-E (o segundo do Brasil em três temporadas), Victor Franzoni se impôs na série ProMazda e inúmeros outros nomes foram destaques em várias categorias. A maioria absoluta desses pilotos, porém, já não vê a F-1 como o olimpo sonhado por Emerson, Piquet e Senna, nomes que a consolidaram como categoria preferida pelos brasileiros.

Esses três campeões mundiais percorreram uma trilha semelhante - as categorias de base no Brasil ou na Europa -, mas hoje soterrada por um fenômeno que permitiu a um holandês disputar a F-1 com apenas 17 anos, caso de Max Verstappen. Ponto fora da curva, sua trajetória continuará sendo única por um bom tempo: a Federação Internacional do Automóvel (FIA) decidiu impor um sistema de formação que exige obter resultados mínimos em diversas categorias para conquistar a super-licença necessária para alinhas nos Grandes Prêmios.

Como o funil é tão estreito quanto cruel – as 20 vagas da F-1 acabam preenchidas por valores que vão da competência ao potencial de mercado que o aspirante representa, o destino de muitos jovens acaba seguindo caminhos diferentes dos sonhos de kartista. Assim, não surpreende que Leist optou pelo automobilismo norte-americano, Senna e Di Grassi abdicaram de fazer carreira no mundo dos GPs e Pipo Derani escolheu o mundo das provas de longa duração para consolidar sua carreira, para citar apenas alguns.

No Brasil vivemos situação semelhante e a renovação do quadro de pilotos é mais lenta do que seria ideal, culpa de uma conjuntura onde os caciques são muitos e os índios cada vez mais raros. O kart, base da pirâmide, permite que pré-adolescentes e adolescentes treinem com liberdade cerceada apenas pelo poder financeiro de cada um. Na medida em que crescem e buscam alternativas para desenvolver suas carreiras surgem empecilhos como a proibição de treinos livres, categorias de custo altamente restritivos e automóveis bastante defasados em relação ao que existe no exterior.

As tentativas que tentam romper essas barreiras começam a dar sinais de sucesso: o campeonato Brasileiro de Endurance – com apelo focado no Rio Grande do Sul – e a F-Inter, categoria paulistana que oferece um pacote econômico atraente. Quando se nota que a frota brasileira de automóveis cresceu significativamente nos últimos anos e o número de pilotos filiados à Confederação Brasileira de Automobilismo diminuiu em cerca de 20% nota-se que há algo errado.

Um exemplo é o  fantasma que remete ao cruel destino que a ganância de alguns cariocas fez destruir o autódromo de Jacarepaguá, o principal autódromo do Brasil, fantasma que ronda Interlagos, um circuito administrado de forma discutível. Seus responsáveis privilegiam um evento que gera uma semana de bons negócios para o turismo da cidade e ignoram que o GP do Brasil só existe porque surgiu do sucesso que o automobilismo de base proporcionou. Hoje os vereadores da cidade de São Paulo discutem em plenário o processo de privatização do Autódromo José Carlos Pace sem que uma única audiência pública tenha sido realizada para debater o assunto. Trata-se de demonstração inequívoca de desrespeito à população de uma cidade onde semáforos funcionam aleatoriamente, multas de trânsito são aplicadas com a ganância de caça-níqueis e o prefeito concentra seu tempo em alçar sua carreira política a níveis mais altos ao que costuma passar boa parte do seu tempo em inúmeras viagens pelo Brasil e pelo Exterior.

Se você está em São Paulo nesta terça-feira e tem interesse em defender o futuro de Interlagos compareça ao plenário da Câmara Municipal a partir das 14 horas. Sua presença é importante para o futuro do automobilismo brasileiro.

Pensou que me enganava – O neozelandês Brendon Hartley e o francês Pierre Gasly foram confirmados como a dupla de pilotos da Scuderia Toro Rosso para a temporada de 2018. Quem acompanhou os últimos movimentos da equipe não se surpreendeu nem um pouco com a notícia; com relação ao campeonato do ano que vem a expectativa real é o potencial do motor Honda, que tem melhorado substancialmente na segunda fase da temporada.

Toyota segue firme - Sem dúvida em busca da tão sonhada vitória nas 24 Horas de Le Mans, a Toyota anunciou no Bahrain a continuidade do seu programa na categoria Endurace para a super temporada 2018-2019. 

Após o encerramento da temporada 2017 o time Gazoo Racing testou vários pilotos, entre eles o espanhol Fernando Alonso, cujo nome é cada vez mais cogitado para defender a marca na edição de 2018 da clássica prova francesa. No treino reservado para novos pilotos Alonso fez o segundo tempo, atrás de Pietro Fittipaldi (que conduziu um Porsche 919 Hybrid). Seus assessores, porém, anunciaram que o espanhol não fez nenhuma volta com acerto de classificação.

Foyt verde-amarelo – Ao anunciar o gaúcho Matheus Leist para ser companheiro de equipe de Tony Kanaan, o legendário A.J.Foyt já vê sua equipe ser citada no ambiente da categoria IndyCar como “Team Brazil”. 

Será interessante acompanhar os trabalhos do time: nos últimos anos Kanaan defendeu a equipe de Chip Ganassi, enquanto Leist desembarca na categoria após ter brilhado na categoria Indy Light; entre seus melhores resultados está a vitória na preliminar das 500 Milhas de Indianapolis.

Danica se aposenta em maio – A norte-americana Danica Patrick deverá encerrar sua carreira de piloto com uma última participação nas 500 Milhas de Indianapolis de 2018, prova marcada para o dia 27 de maio. 

Sem patrocinadores para continuar na Nascar, acredita-se que a estadunidense nascida em Beloit (estado de Wiscosin), vai focar suas atividades profissionais como comentarista de TV.

Tarcísio Dias em Mecânica Online

Inteligência artificial para ajudar motoristas

Quem você procura quando surge uma luz no painel e você não sabe o que significa? Como conectar seu telefone celular com o sistema multimídia do veículo novo? A grande maioria das pessoas vai ligar para um amigo, para uma outra pessoa que tem um modelo semelhante ou o caminho mais recomendado, o manual do fabricante.

A partir de janeiro de 2018 você vai ouvir falar em inteligência artificial, manual cognitivo ou mesmo IBM Watson quando o assunto for dúvida sobre seu automóvel. O que para muitos é futuro, a Volkswagen vai tornar realidade com o lançamento do Virtus, o sedã do Novo Polo. O modelo será o primeiro automóvel do Brasil a trazer recursos inéditos de conectividade e digitalização.

Fabricado em São Bernardo do Campo (SP), o sedã vai oferecer o “manual cognitivo” – que usa IBM Watson para responder aos motoristas questões sobre o veículo, incluindo informações contidas no manual do carro. Essa solução permite uma nova forma de interagir com o veículo e oferece uma nova experiência tecnológica.

Eventuais questões sobre o carro poderão ser respondidas por esse assistente inteligente, de forma simples e rápida. O aplicativo Meu Volkswagen conta com tecnologia do Watson para responder as questões em português e espanhol.

Por exemplo, como utilizar o sistema de infotainment Discover Media de 8” e fazer o espelhamento de seu smartphone, ou como instalar corretamente a cadeirinha para transporte de crianças, entre outras informações.

A implementação dessa nova tecnologia complementará a forma com que os proprietários podem obter informações sobre seus carros. Todo o conteúdo impresso continua a ser oferecido.

O aplicativo permitirá aos usuários interagir e obter informações sobre a literatura de bordo do carro utilizando linguagem natural.

O cliente Volkswagen, após a compra do Virtus, poderá baixar gratuitamente o aplicativo, disponível para plataformas iOS (Apple) e Android (Google). Em seguida, deverá se registrar gratuitamente para receber uma identificação Volkswagen – informação que será única para todo o Grupo VW.

Essa “VW ID” será vinculada ao chassi do carro e acompanhará o cliente em todos os veículos Volkswagen seguintes de sua vida.

A exemplo dos sites de buscadores na internet, o app Volkswagen terá campos para digitação e o microfone para que o usuário faça sua pergunta oralmente – a linguagem poderá ser natural, como em uma conversa informal.

O sistema reconhece sotaques e é capaz de aprender quanto mais se interage com ele. Também entende linguagem abreviada, como “vc” (você) e “qd” (quando).

Utilizando o recurso de comando de voz, se o cliente perguntar, por exemplo, “como conecto meu celular no rádio?”.

Resposta: “Antes de tudo, a ignição precisa estar ligada, seus fones de ouvido desconectados e o celular desbloqueado e com Bluetooth ativado. Tudo certo? Então siga esses passos:”

[São apresentados CARDS para o usuário, com imagens e os seguintes textos]
1 - No sistema de rádio, clique em PHONE.

2 - Aperte o botão de função ao lado da exibição PROCURAR TELEFONE.

3 - Procure o celular que você quer parear na tela do rádio.

4 - Se precisar, confirme o pareamento e digite o código PIN que estará na tela do rádio e confirme.

Outra dúvida pode ser sobre o funcionamento de algum recurso do veículo:
Pergunta: Meu retrovisor mexe sozinho quando dou ré.

Resposta: Isso é muito útil. Esta é a funcionalidade Tilt Down. Quando ela está acionada, o retrovisor direito se movimenta automaticamente até que você consiga ver a borda da calçada quando estiver em marcha à ré. Isso te ajuda na hora de estacionar. Quer configurar agora?

[São apresentados os botões (SIM) e (NÃO)].
O questionamento também pode ser feito por meio de imagem. Os usuários podem enviar fotos, junto às perguntas escritas ou de voz, e o aplicativo – por meio das tecnologias do Watson – avalia o conteúdo da imagem para elaborar uma resposta.

Por exemplo, um motorista pode enviar uma foto do painel de controle e receber uma resposta sobre o que significa uma luz acesa no quadro de instrumentos e receber quais ações devem ser tomadas.

Por exemplo:
Pergunta: “Tem uma luz amarela piscando no meu painel.”
Resposta: “Por favor, tire uma foto do seu painel para que eu possa analisar.”
[É exibido o botão de câmera]
[Usuário tira a foto do painel com a luz acesa]

“Esta é a luz do controle eletrônico de potência. Isso significa que há possíveis avarias do motor, que podem causar um maior consumo de combustível e uma redução da potência. A Volkswagen sugere que você visite a sua concessionária [usuário poderá clicar na palavra concessionária] para verificar esse problema assim que possível.”

Se o assistente não encontra informações para responder a questão do usuário, ele irá encaminhar para a Central de Relacionamento com o Cliente (CRC) da Volkswagen do Brasil. Dessa forma, o usuário nunca fica sem resposta.
Esse auxiliar cognitivo também poderá responder algumas dúvidas além daquelas no manual – o conteúdo foi elaborado de acordo com as perguntas mais frequentes feitas à CRC.

O assistente cognitivo também poderá responder algumas dúvidas além daquelas que estão no manual do veículo. Esse conteúdo extra foi elaborado de acordo com as perguntas mais frequentes feitas pelos clientes Volkswagen à CRC.

→ Aplicativo inteligente com todo o conteúdo dos manuais do veículo vai responder questões sobre o sedã;

→ Recurso entende linguagem natural, como em uma conversa informal, e “aprende” com base nas interações que tem com o motorista;

→ Consulta pode ser por meio de escrita, voz ou por fotografia;

→ Sistema utiliza tecnologia Watson, da IBM Cloud. Todo o conteúdo estará hospedado na “nuvem”.

A interação com o cliente será também levada para outro nível, mais próximo e pessoal. Será possível, por meio do app, fazer agendamento de revisão do veículo com a concessionária de preferência e programar números de telefone para chamadas automáticas em situações de emergência.

Por meio do app também será possível à Volkswagen enviar notificações ao usuário vídeos sobre o funcionamento de seu carro e recomendações de utilização – como, por exemplo, que seja feito o agendamento da revisão do veículo em uma concessionária.

PERFIL
Tarcisio Dias é profissional e técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânico com habilitação em Mecatrônica e Radialista, desenvolve o site Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br) que apresenta o único centro de treinamento online sobre mecânica na internet (www.cursosmecanicaonline.com.br), uma oportunidade para entender como as novas tecnologias são úteis para os automóveis cada vez mais eficientes.


Coluna Mecânica Online® - Aborda aspectos de manutenção, tecnologias e inovações mecânicas nos transportes em geral. Menção honrosa na categoria internet do 7º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo, promovido pela Sociedade de Engenheiros da Mobilidade. Distribuída gratuitamente todos os dias 10, 20 e 30 do mês.

Kartismo: CCSKA decidiu campeonato em Paulínia (SP)

O Campeonato Click Speed de Kart Amador teve a sua decisão no último final de semana (18/11), com provas emocionantes para as quatro categorias no Kartódromo San Marino, em Paulínia (SP). E os campeões foram Gustavo Ariel (Elite), Kleberson Felix (Graduados), Fernanda Jardim (Corrida das Estrelas) e Alex Andriguetto (Light).

Na prova da categoria Elite os três pilotos mais jovens dominaram. A vitória ficou com Ryan Nishioka (15 anos), que recebeu a bandeirada com apenas 13 milésimos de segundo de vantagem sobre Gustavo Ariel, que largou da pole e liderou até a penúltima volta. Em terceiro ficou Alberto Cesar Otazú (Braspress/HT Pro Nutrition/Mega Kart/Alpie). Com este resultado Ariel garantiu o título da principal categoria, enquanto Otazú foi o vice.

A categoria Graduados correu junto com a Elite e Kleberson Félix acabou largando em quinto na geral – pole position em sua classe -, e terminou a prova em terceiro na geral, vitória entre os Graduados, encerrando a temporada como campeão. O vice foi Daniel Robles, que terminou no 13º posto.

Na decisão da categoria Light Alex Andriguetto (GMA Logistic/Atua Prime Planejados) largou da pole position, mas terminou em segundo, atrás do campineiro Paulo Rosa. O segundo lugar foi suficiente para Andriguetto faturar o título, pois o então líder do certame Ivys Rodrigues rodou e terminou uma volta atrás, em nono.

A etapa final da Corrida das Princesas teve Tálita Compagnone na pole position. Mas logo na largada Fernanda Jardim (AMK Velocidade/RKC/Lexus) assumiu a ponta, estabeleceu a volta mais rápida e venceu com a diferença de 12s321 sobre Gabriela Mesa. E o título e o vice ficaram para as duas primeiras colocadas da 10ª e última etapa.

Os campeões e vices do Campeonato Click Speed de Kart Amador (CCSKA) 2017 são:

Elite – Campeão: Gustavo Ariel; Vice: Alberto Cesar Otazú.
Graduados - Kleberson Felix; Vice: Daniel Robles.
Light - Campeão: Alex Andriguetto; Vice: Yvis Rodrigues
Corrida das Princesas – Campeão: Fernanda Jardim; Vice: Gabriela Ferraz Mesa.

Nissan testa a durabilidade das portas de seus veículos com a ajuda de um robô




Alguém já pensou quantas vezes, em média, a porta de um carro é aberta em 10 anos? Aproximadamente 45 mil vezes. Como pode ser atestado por aqueles que têm filhos, muitas vezes as portas são fechadas com um pouco mais de força do que a média.

E a vida delas não é fácil. Como durabilidade é um item fundamental na qualidade dos seus produtos, a Nissan projeta seus veículos para que as portas aguentem os ciclos mais exigentes de uso.

No Centro Tecnológico da Nissan América do Norte (NTCNA), no estado de Michigan, a robô Rosie é responsável pela atividade de abertura e fechamento contínuo das portas. Ela também foi apelidada de "Doorboto", uma junção da palavra americana "door", para porta, e "boto", que remete à forma como os japoneses pronunciam a palavra americana "robot" (que soa algo como "roboto").

Rosie é um robô de 1,5 tonelada, projetado para testes de durabilidade. Em apenas três dias e sem precisar parar para um cafezinho, ela pode abrir e fechar uma porta para simular o uso que um cliente comum faria no período de 10 anos.


Esse rigoroso teste garante o mais alto nível de qualidade e durabilidade para os clientes da Nissan. É por isso que todos nós dizemos: "Domo arigato*, Mrs. Doorboto."

Vicar anuncia criação da Stock Light

A Stock Car, principal categoria do automobilismo brasileiro, ganha um novo campeonato de acesso na temporada 2018. Com premiação ao campeão e ao melhor estreante, a Stock Light chega para se tornar, de fato, a mais importante série de formação de pilotos de turismo do país.

A nova categoria de acesso trará incentivos para seus melhores pilotos: em 2018, serão distribuídos mais de R$ 650 mil em premiação ao campeão e ao melhor estreante do ano, somados. 

O vencedor do título da Stock Light terá subsidiados os custos com inscrição, pneus e aluguel de motor para entrar na Stock Car, por meio de parceria com a Pirelli e a JL. O estreante melhor classificado na pontuação final do campeonato também terá ajuda financeira com os mesmos itens para disputar uma segunda temporada na Light e, assim, buscar o título. 

O calendário prevê oito etapas, sendo sete rodadas duplas e a final em corrida única valendo pontuação dobrada. Todas as provas terão o uso do push to pass – o botão de ultrapassagem – e o pit stop para reabastecimento obrigatório, além da inversão do grid na segunda corrida das rodadas duplas.

Os cinco primeiros colocados da temporada serão elegíveis a subir de categoria no ano seguinte.

“É fundamental que o competidor desembarque na categoria principal o mais preparado possível. Acho que essa novidade vem a reforçar essa nossa filosofia e incrementar o aprendizado tanto dos pilotos como das equipes para que haja essa evolução com maior fluidez”, conclui Rodrigo Mathias, diretor-geral da Vicar Promoções Desportivas, empresa que organiza e promove a Stock Car.

Bosch comemora 10 anos de produção de freios ABS no Brasil

A Bosch comemora 10 anos de produção do Sistema Antibloqueio de Frenagem (ABS) no Brasil. Desde o início de funcionamento da linha, em 2007, foram produzidos mais de seis milhões de unidades do equipamento em território nacional. 


Sete anos antes do ABS tornar-se item obrigatório em todos os veículos zero quilômetro no Brasil, a Bosch já reforçava o pioneirismo em oferecer tecnologias que visam proporcionar mais segurança e conforto aos motoristas brasileiros. De acordo com um estudo realizado pelo lnsurance lnstitute for Highway Safety (llHS), a utilização de freios ABS pode diminuir em até 37% o risco de acidentes fatais, já que impede o travamento das rodas em frenagens bruscas e permite que o motorista tenha total controle do volante e possa desviar de obstáculos. 

A Bosch também foi a pioneira na produção do Programa de Estabilidade Eletrônica (ESP) no mercado nacional. A linha entrou em operação em 2015. A tecnologia ajuda a elevar ainda mais a segurança nas estradas, especialmente em pistas escorregadias, já que o sistema mantém o veículo seguro ao fazer uma curva em alta velocidade ou um desvio de emergência. 

O ESP é um sistema de segurança ativa que ajuda evitar até 80% os acidentes causados por derrapagens. Pesquisas em todo mundo comprovam que o ESP representa o que há de mais moderno em tecnologia de segurança ativa. Inclusive as Nações Unidas consideram a tecnologia uma das maneiras mais eficientes de reagir contra o crescente número de mortes nas estradas. Por esse motivo, cada vez mais países estão exigindo que os automóveis novos saiam da fábrica com o sistema como equipamento padrão. 

Conhecer as especificidades do mercado é imprescindível quando o assunto é o desenvolvimento de sistemas automotivos. Exatamente por isso, a Bosch já contava com uma equipe de engenheiros atuando na calibração do Sistema Antibloqueio de Frenagem muito antes da primeira fábrica de ABS entrar em operação no mercado brasileiro. Conhecimento técnico este que também foi fator indispensável quando a Bosch decidiu nacionalizar a produção do Programa Eletrônico de Estabilidade. 

A Bosch Brasil já está preparada para atuar no desenvolvimento das tecnologias que trarão mais segurança e conforto as ruas e estradas brasileiras. 

Triumph Street Scrambler é eleita a “Moto do Ano” na categoria “Classic”

A Triumph Motorcycles foi um dos destaques da 20ª edição do prêmio “Moto do Ano”, promovido pela revista Duas Rodas em cerimônia no São Paulo Expo, em São Paulo (SP). 

A marca inglesa concorreu em três categorias com cinco motocicletas: Street Scrambler e Street Cup (na categoria “Classic”), Bobber (“Custom”) e Street Triple S e Street Triple RS (“Naked”). A nova Street Scrambler, lançada recentemente no Brasil e uma das principais atrações da marca no Salão Duas Rodas, foi a grande vencedora na categoria “Classic”. As motocicletas premiadas foram escolhidas por um júri composto de jornalistas especializados de diferentes veículos de comunicação e regiões do País.

A Street Scrambler é uma motocicleta divertida, acessível, contemporânea e que incorpora uma significativa evolução em engenharia e estilo em relação à Triumph Scrambler anterior. O novo modelo foi desenvolvido para apresentar o mais belo e objetivo estilo Scrambler, com recursos e detalhes exclusivos, estilo mais rústico e foco no off-road. 

A Street Scrambler possui a silhueta emblemática da Bonneville, combinada com linhas limpas, carenagem minimalista e acabamentos modernos. Equipada com o motor Bonneville de alto torque de 900 cc, a Street Scrambler fornece muito mais torque e potência em baixas e médias rotações, o que torna o modelo perfeito para rodar pela cidade e pelas estradas de terra.

Atualmente, a Triumph conta com 14 Concessionárias instaladas nas principais cidades brasileiras. Lançada no Brasil em 2012, e comemorando cinco anos de uma operação bem-sucedida em 2017, a Triumph vem conquistando diversas premiações importantes do setor neste período. A marca já soma, com esta novas conquista, 39 prêmios no País.